Juan José Saer

Juan José Saer (1937-2005), romancista, contista e ensaísta, é considerado o principal escritor argentino da sua época. A sua vasta obra narrativa, da qual se destacam romances como Cicatrices (1969), El Antenato (1983), Glosa (1985), La Ocasión (1987) ou La Pesquisa (1994), é marcada por um estilo de escrita único, que a afasta de fenómenos e modas editoriais da época, como a experiência do realis­mo mágico, para se aproximar sobretudo de um universo literário do qual William Faulkner foi precursor. A partir dos anos 80 do século xx, obtém o merecido reconheci­mento da crítica e do público. Em 1987 vence o presti­giado prémio Nadal, seguindo-se outros, como o prémio France Culture e o prémio União Latina de Literatura. A sua obra encontra-se traduzida em mais de 10 línguas.

Livros do autor

Cicatrizes

Juan José Saer

Publicado originalmente em 1969, Cicatrizes é considerado um dos romances mais significativos de Juan José Saer, e uma obra que constitui um marco na literatura sul-americana.