Luigi Pirandello

Luigi Pirandello (1867-1936), Prémio Nobel de Literatura em 1934, nasceu em Agrigento, na Sicília, transferindo-se mais tarde para Roma, onde deu início à sua carreira literária. É autor de uma vasta e variada obra, centrada na temática da identidade e numa singular visão do mundo, fortemente irónica e satírica. Escreveu um grande número de novelas, coligidas sob o título de Novelle per un anno (ao todo 15 volumes de 1922 a 1937); sete romances, entre os quais figura o célebre O Falecido Mattia Pascal (1904); e inúmeras peças teatrais, reunidas sob o título programático Maschere Nude (1918-1937) e entre as quais se incluem Sei Personaggi in Cerca d’autore (1921) e Questa sera si recita a soggeto (1930).

A obra de Pirandello é uma das mais representativas da literatura moderna e foi influência decisiva para autores como Jean-Paul Sartre, Samuel Beckett, Eugène Ionesco, Jean Genet ou Eugene O’Neill.

Livros do autor

Um, Ninguém e Cem Mil

Luigi Pirandello

A hilariante descoberta de um nariz imperfeito está na base de um dos mais originais romances europeus desde Cyrano de Bergerac.

O falecido Mattia Pascal

Luigi Pirandello

«Divertido, por vezes hilariante, mas também perturbador e trágico. Uma obra fundamental.» - The New York Review of Books

O Turno

Luigi Pirandello

O Turno é a história picaresca de um complexo triângulo amoroso;uma divertida sátira social escrita por um dos maiores nomes da literatura mundial.