Mário Sério

Mário Sério (1940-2009), escritor, encenador e crítico, é um dos protagonistas injustamente menos conhecidos e falados do nosso teatro contemporâneo. Modesto funcionário bancário, entregou-se com paixão à cultura e à actividade teatral desde muito cedo, chegando a dirigir, por um breve período de tempo, no final dos anos 60, o famoso Grupo Cénico do Instituto Superior Técnico. Foi neste que, numa escolha corajosa, encenou pela primeira vez em Portugal trechos da obra de Bertolt Brecht. Deixou-nos escritas cinco peças, não tendo nenhuma delas alguma vez sido posta em cena, circulando até hoje de forma subterrânea, invisível, passando sob a forma de manuscrito de leitor em leitor, entre comentários de entusiasmo e de feliz surpresa. A sua reputação foi crescendo apesar do silêncio em volta, do desconhecimento do público e apenas com a admiração devota dos seus pares, como um segredo sussurrado entre poucos.

Livros do autor

Trilogia dos Amores Malditos

Mário Sério

Trilogia dos Amores Malditos reúne num único volume temático, de acordo com a vontade do autor, as peças, Sirius, Jogos de Devação e Juízo Final.