Total de 127 livros

Aulas de Literatura - Berkeley, 1980

Um livro imprescindível, uma porta de entrada para a literatura e para o universo de um dos seus maiores autores.


O Coração do Homem

Tendo por cenário a natureza hostil do extremo norte da Islândia no século XIX, O Coração do Homem é uma profunda indaga­ção sobre a vida, o amor e o desejo, escrito com sublime simpli­cidade e poesia.


Os Vigilantes

Dois homens, duas gerações. Dois vigilantes em ronda nocturna. Um es­paço. Um armário resiliente de perturbações fantasmas. O passado que embate na indiferença ou na ausência de pensar um futuro.


Pequena Escola do Pensamento Filosófico

As lições sobre o modo de pensar filosófico de um dos maiores pensadores do século XX. Pela primeira vez em português.


Mein Kampf de Adolf Hitler - Uma Leitura Crítica

Um livro actual. Uma análise que explica o fenómeno editorial do Mein Kampf e as bases da sua mensagem ideológica.


Gabriel

O sólido e coeso legado poético de Amélia Vieira - com 9 livros publicados - permitiu-lhe conquistar um lugar na galeria de nomes essenciais da poesia contemporânea portuguesa.


Peter Pan

Peter Pan é um dos maiores clássicos da literatura infantil universal e é também uma das personagens que mais influenciou o mundo de Paula Rego.


Plano de Evasão

Um dos romances mais importantes das letras hispânicas do século XX.


O Herói das Mulheres

Com uma escrita elegante e uma imaginação singular, Adolfo Bioy Casares criou em «O Herói das Mulheres» uma galeria de personagens inesquecíveis.


As Aventuras de Pinóquio

A universal obra de Carlo Collodi, numa nova tradução a partir das suas mais recentes edições críticas, e a série de pinturas que a consagrada artista plástica Paula Rego dedicou ao personagem Pinóquio.


Primeiro os Idiotas

Segundo volume de contos de Bernard Malamud, originalmen­te publicado em 1963, Primeiro os Idiotas foi o livro que confir­mou o excepcional valor deste autor perante a crítica.


Thérèse Desqueyroux

Thérèse Desqueyroux, órfã de mãe, educada por um pai ateu no «orgulho de pertencer à elite humana», tentou, falsificando receitas médicas, envenenar Bernard, seu marido, um ser respei­tável mas frio, obtuso.