• Autor Dubravka Ugresic
  • Ilustrador
  • Coleção Ficção Traduzida
  • ISBN 9789896232627
  • PVP 20,99 € (IVA incluído)
  • preço fixo até fim de fevereiro de 2020
  • 1ª Edição setembro de 2018
  • Edição atual 1.ª
  • Páginas 320
  • Apresentação capa mole
  • Dimensões 150x225x24 mm
  • Idade

Prémio Neustadt de Literatura

Algures na Rússia soviética, o escritor Boris Pilnyak descobre a autobiografia de Sophia Vasilyevna, uma mulher cuja vida perfeitamente comum se alterou drasticamente quando se apaixonou por um oficial japonês, com quem foi viver para Osaka. Tagaki, o marido, acaba por se tornar famoso com a publicação de um romance biográfico acerca da sua mulher - romance, porém, muito pouco discreto. Boris, fascinado com a história, decide, por sua vez, escrever um livro sobre o casal e o dito romance que expôs a sua relação. Mas quanto da história de Tagaki e Sophia é real, e quanto da de Pilnyak é ficção?

Partindo desta história de sucessivas traições (literárias ou reais?), com a sua renomada perspicácia, humor e inteligência, Ugresic transporta o leitor numa viagem da Rússia ao Japão, dos campos de minas dos Balcãs às road trips norte-americanas, dos loucos anos 20 aos dias de hoje, examinando a origem das histórias e o real poder da invenção literária e do acaso, que, em todos os momentos, pontua a vida humana.

«Dubravka Ugresic é uma autora a seguir, uma autora a acarinhar.» - Susan Sontag

«Uma exploração extraordinariamente perspicaz, elegante, divertida e totalmente original sobre a velha questão: "De onde nascem as histórias? "» - Alberto Manguel

Dubravka Ugrešic nasceu na ex-Jugoslávia, atual Croácia, em 1949. Após obter a licenciatura em Literatura Russa e Comparada, trabalhou durante vários anos no Instituto de Teoria da Literatura de Zagreb. Em 1991, aquando da deflagração do conflito nos Balcãs, as suas declarações contra a guerra tornaram-na alvo de ódio nacionalista por parte de jornalistas, políticos e outros escritores. Em 1993, abandonou a Croácia e, desde então, ensina em várias universidades nos EUA e na Europa, como Harvard ou Columbia. Considerada uma das mais importantes escritoras da atualidade, é autora de ensaios e romances, entre os quais se destacam O Museu da Rendição Incondicional (Cavalo de Ferro, 2011), Baba Jaga je snijelajaje, Ministarstvo boli e Nikog nema doma, traduzidos em mais de 20 línguas. Venceu vários prémios literários, incluindo o prémio Heinrich Mann para ensaio e o prémio Pen 2006, bem como finalista dos prémios Femina e Man Booker International. Em 2016, a sua obra foi distinguida com o prestigiado prémio Neustadt de Literatura.





Outros livros da mesma autora

O Museu da Rendição Incondicional

Dubravka Ugresic

O Museu da Rendição Incondicional foi recebido pela crítica internacional como uma obra universal e um dos mais im­portantes romances contemporâneos europeus das últimas décadas.