• Autor Hermann Hesse
  • Ilustrador
  • Coleção Ensaio
  • ISBN 9789896231385
  • PVP 14,39 € (IVA incluído)
  • preço livre
  • 1ª Edição novembro 2010
  • Edição atual 2.ª
  • Páginas 128
  • Apresentação
  • Dimensões 150 X 225 mm
  • Idade

Os livros são fonte de satisfação, de alegrias e de conhecimento, enriquecendo a nossa vida e aumentando o valor da nossa existência. Mas quantos de nós já não nos sentimos perdidos nessa floresta densa e por vezes hostil que é o mundo dos livros e da literatura? O que ler? Como en­contrar o livro que secretamente procuramos?

Hermann Hesse, escritor amado por gerações de leitores, guia-nos neste conjunto de textos fundamentais pela floresta de papel da literatura, intro­duzindo-nos à «magia do livro». Explica e ilustra com clareza o que significa encontrar um livro, acontecimento que pode ser tão ou mais impor­tante do que o encontro com outra pessoa. Ajuda-nos de forma simples e precisa no passo mais delicado e fundamental: a criação da nossa própria biblioteca. Sugere-nos livros incontornáveis e explica-nos porque deve­mos travar conhecimento com eles. Reflecte de forma actualíssima sobre o universo da leitura e da escrita.

Um livro fundamental, inédito em português, para todos os leitores que pre­tendam iniciar ou aprofundar o seu conhecimento na arte subtil da leitura.

Prémio Nobel de Literatura 
Pela sua escrita inspirada, a qual, ao mesmo tempo que se eleva em ousadia e agudez, é modelo dos ideais clássicos do humanismo e de uma superior qualidade de estilo. 
Hermann Hesse (1877-1962), é considerado um dos escritores de língua alemã mais influentes da histó­ria da literatura. A sua obra inclui romances céle­bres como Peter Camenzide, Demian, Siddartha, O lobo das estepes ou O jogo das contas de vidro e volumes de contos e ensaios sobre arte e literatura. Os seus livros estão disponíveis em mais de 30 idiomas. 





Outros livros do mesmo autor

Viagem ao país da manhã

Hermann Hesse

Viagem ao país da manhã, é uma das maiores obras de Hermann Hesse, um livro encantador e pleno de simbolismo, sempre redescoberto por novas gerações de leitores.