logo

Fábulas Recortadas: Pinóquio

  • Home
  • /
  • Catálogo
  • /
  • Fábulas Recortadas: Pinóquio
  • Autor
  • ISBN 9789897077272
  • PVP 13.99 € (IVA incluído)
  • preço fixo até
  • 1ª Edição fevereiro de 2019
  • Edição atual 1
  • Páginas 32
  • Apresentação capa dura
  • Dimensões 230x280x10 mm
  • Idade 6+

 Vem descobrir a emocionante história do Pinóquio, e o que se esconde por detrás dos maravilhosos recortes deste livro!

Um clássico com ilustrações inesquecíveis.

Histórias clássicas, em livros graficamente muito apelativos, sofisticados e diferentes.

Coleção composta por clássicos intemporais, que transmitem mensagens e valores fulcrais à evolução das crianças.

Histórias divertidas, interativas e educativas.

Carlo Collodi (1826 - 1890) é o pseudónimo de Carlo Lorenzini. Apesar de ter estudado num seminário não seguiu a carreira eclesiástica, tornando-se ao invés num dos maiores nomes da literatura infantil italiana e mundial. Trabalhou nos primeiros tempos como livreiro e jornalista. Obtendo algum sucesso com dois jornais que criara, começa a escrever peças de teatro e adopta o apelido «Collodi», nome da cidade de origem da sua mãe. Após a unificação italiana abandona para sempre o jornalismo e descobre uma nova área de escrita ao traduzir para italiano os contos infantis de Perrault. O primeiro capítulo de Pinóquio, a sua obra mais conhecida, é publicado numa revista infantil em 1881. Os restantes serão publicados em fascículos sucessivos, tornando-se de imediato num enorme sucesso. Hoje em dia, Pinóquio está traduzido e editado em todo o mundo, tendo sido igualmente alvo de inúmeras adaptações teatrais e cinematográficas (das quais podemos destacar a de Walt Disney e de Roberto Benigni). Trata-se, sem dúvida de um dos maiores clássicos da literatura universal e as suas múltiplas dimensões e variadas possibilidades de leitura, fazem dele uma obra aberta a públicos das mais diversas idades.

Outros livros do mesmo autor


As Aventuras de Pinóquio: História de um Boneco

    A universal obra de Carlo Collodi, numa nova tradução a partir das suas mais recentes edições críticas, e a série de pinturas que a consagrada artista plástica Paula Rego dedicou ao personagem Pinóquio.